Pessoas Queridas

05 maio 2013

Domingo feliz

Olá pessoas queridas
A semana foi bem pesada, mas depois da tempestade sempre vem a faxina, ops!... a calmaria.
Filho se recuperou bem da dengue e essas últimas noites foram mais bem dormidas por toda a família, apesar do dia ter amanhecido cinza estamos muito felizes pelo passarinho que voltou a assobiar...

O dia mal clareou e ao passar o café dessa manhã pensei o quanto somos frágeis diante de um mosquitinho maldito, ver meu filho abatido durante toda a semana cortou meu coração e me deixou impotente, querendo lutar, brigar e bater em quem sequer falasse um 'a' diferente pra ele.


Acho que esse negócio de mãe é assim mesmo, a gente defende, mata e morre pelos filhos, principalmente quando eles são indefesos assim. 
Dai pensei naqueles que dizem que amam incondicionalmente algo ou alguém, desculpe...mas não acredito! Todo e qualquer amor é valido e lindo, mas o único incondicional é de uma mãe por um filho, é assim desde que o mundo é mundo e vai ser assim pra sempre. 
Mãe dá a vida quando pare e se precisar morrer no lugar do filho, morre tambem. 


Ele foi na padaria com o pai e a filha ainda estava dormindo, daí eu passei a pensar o que seria sem ele...aff! Mas como a gente chora né? 
Mãe chora quando filho tá doente, mãe chora porque se culpa que o filho tá doente, depois que o filho fica bom, a mãe chora feliz e triste tambem pensando no que poderia ter acontecido de pior. 


Sequei minhas lágrimas  e voltei a passar o café divagando em meus pensamentos ...


Pensei na quantidade de apoio que tive essa semana, e no que será que move uma pessoa que não me conhece, muito menos  o meu filho, a me mandar tanto carinho por emails e mensagens. 
Pensei... isso é gente de verdade, mãe que sabe da angústia de ser mãe e ter as mãos atadas nesse momento de dor do seu filhinho, isso é gente que tem um coração ao invés de uma pedra no peito. 
Quem me conhece sabe que nunca fui das mais simpáticas e doces, o que não significa educada, cordial e social, mas sinceramente depois ter minha cria desdenhada e doentinha, tô com uma força no braço, que sou capaz de matar um pernilongo picando certos rostinhos com um soco na cara! 
                                                       

Marido chegou, filho trouxe um bolo de presente da padoca pra mim, mal sabendo que ele é o meu melhor presente, tomamos café do jeito que mais gostamos...com a família, porque família são os que se preocupam verdadeiramente com a gente, e o resto?...o resto é só parente!

Esse cafezinho queria tambem dividir com voce que se preocupou, voce que disse 'força amiga', voce que ligou todos os dias, voce que ligou rapidinho na banca, voce que passou na banca e deixou um beijo pro menino, voce que me encontrou descabelada na rua e só perguntou 'e ai?', voce que veio dirigindo sem poder dirigir, voce que trouxe um docinho, que comprou um carrinho, que mandou uma bala, voce da escola que mandou um 'abração pro mano'. 

Voce que realmente fez questão do meu filho, muito muito obrigada!
Ele tá bem, tá feliz, ta comendo, tá brigando com a irmã, tá correndo de bicicleta lá no quintal agora e cantando alto!
E tudo voltou ao normal...
Beijo da Dani


14 comentários:

  1. Oi Dani lendo seu post devo confessar q infelizmente desconheço esse sentimento,pois não sou mãe.Mas ao msm tempo vc demostrou o quão é imensurável esse sentimento e o valor q é ser MÃE,qdo eu for mãe qro ser assim c/o vc uma MÃE c M maiúsculo,achei lindo td q escreveu e espero ser um dia 1/3 do vc é p seus filhos.Q bom q a normalidade voltou a reinar e q seu bem mais precioso q não há dinheiro q pague está bem,a família é o nosso bem mais precioso o qual devemos defender c unhas e dentes o resto c/o vc msm disse é parente.Q esse domingo apesar de cinza aí,tenha o colorido mais precioso q é alegria do seu filho...um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Dani, que lindo post, chorei com você!
    Se sem ser mãe chorei, imagina quando eu for mãe! Hehehe...
    Que bom que seu menino se recuperou e já está brincando, contente e feliz.
    E que bom que vocês receberam tanto carinho de gente querida! Você merece.
    Beijos e um lindo domingo pra vocês.

    ResponderExcluir
  3. Oi Dani
    Fico feliz que agora seu filho esteja bem.
    Não sabia do incidente, pois passei um tempo sem net.
    Desejo um ótimo domingo pra você e sua família abençoada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Coisas de Mãe, amor de Mãe.. Não existe nada igual!
    Graças a Deus, seu filho esta bem de novo.. lendo esse post pude sentir bem aquilo que vc passou.. Aff! Acabou..
    Querida, uma linda semana para voces!
    Bju grande
    Joanna

    http://mapetitelima01.blogspot.fr/

    ResponderExcluir
  5. DANI, EU NÃO ESTAVA SABENDO.UFA!AINDA BEM QUE ELE MELHOROU. CONCORDO MUITO COM SUAS PALAVRAS, EU FARIA QUALQUER COISA POR MEUS FILHOS.SOU UMA LEOA!!A GENTE AMA,AMA,AMA, INCONDICIONALMENTE.BJS E MELHORAS!

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani, Eu andei meio sumidinha da net, que bom saber que ele está bem, que não passou de um susto. Concordo plenamente com você, minhas partes mais doloridas são minhas filhas. Sempre costumo dizer também, que o ser humano se aproxima do amor de Deus quando se torna pai e mãe. Quando somos pais, descobrimos o verdadeiro amor. Minha familia me dói, é o melhor que eu tenho.
    Um grande beijo e um ótimo domingo para todos.
    Ps. fiquei muito emocionada, quando vi meu blog em sua lista de preferências, muito obrigada.

    Beijos
    Thais

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dani...que sufoco,né? Que bom que tudo voltou ao normal...fica com Deus, beijos nas crianças.

    ResponderExcluir
  8. Olha flor , isso que é benção sem medida , saber que o tchuquinho tá que tá de novo , graças ao nosso bom Deus , é assim mesmo , a gente se desfaz todinha por causa dessas coisinhas tudo na nossa vida , bjks com muito carinho !!! ♥

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigada queridas!
    Ser mãe realmente é ter o coração fora do corpo!
    Beijo em todas voces...

    ResponderExcluir
  10. O melhor para uma mãe é ver o filho (ou os filhos) bem e que bom que seu filho se recuperou.

    Nem gosto de lembrar do dia que quase perdi minha filha, só de pensar já sinto uma dor no peito que não tem tamanho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Mãe é isso e a preocupação não diminui quando eles crescem, não! Continua, perdura, a vida toda! A diferença é q daqui uns tempos eles andam com as próprias pernas, tomam as próprias decisões e, então, querem cuidar da gente (essa parte é boa).

    Beijos e excelente semana!

    Luiza Mallmann

    ps.: senti o cheirinho do café passado aqui!

    ResponderExcluir
  12. Ler seu post dá até um aperto no coração... Que bom que já está tudo bem! Beijo!
    www.maosdapati.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ai que bom que tudo está bem...beijus e um beijo amassado no filhote

    ResponderExcluir
  14. Olá, adorei o seu blog, ao ler alguns posts, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, vc tem um potencial enorme e sei que será um grande blog de fácil entendimento e conteúdo gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos: Comentários e perguntas responderei aqui mesmo!